Perto de Você – Asa Norte. Brasília-DF

CIRURGIA DE CATARATA – QUAL O MELHOR PÓS OPERATÓRIO?

A catarata é a causa mais comum de cegueira do mundo.

Para quem tem catarata, é imprescindível saber o máximo possível sobre a cirurgia, que é o tratamento disponível para essa condição.
Você tem ou alguém da sua família já teve catarata? E na hora de decidir se fazia ou não a cirurgia, bateu um medo de passar pelo procedimento e ficar preso aos colírios ou não se recuperar bem?

Bom, tudo isso é coisa do passado, então pode ficar tranquilo porque no texto de hoje, vamos conversar sobre a cirurgia de catarata.

Quero te mostrar as opções disponíveis hoje e qual a melhor delas. Mas antes…

Eu me chamo Anderson Braz, sou oftalmologista e especialista na cirurgia de catarata. Nesse blog eu busco te trazer curiosidades e informações atualizadas e de qualidade sobre saúde ocular.

Vamos pra nossa conversa de hoje.

Você pode assistir o vídeo abaixo sobre esse tema:

O que é catarata? Como ela aparece e se desenvolve?

Tenho certeza que você já ouviu falar pelo menos uma vez na sua vida, sobre a cirurgia de catarata.

Por que tenho tanta certeza assim? 

A resposta é muito simples: porque a catarata é um envelhecimento natural do corpo clínico, então é muito comum no mundo todo. 

Imagine que a imensa maioria das pessoas têm dois olhos. 

E nós temos uma lente dentro do olho que se chama Cristalino, por onde a luz precisa passar pra chegar no nervo ótico e assim enxergarmos bem. 

Com o passar do tempo, essa lente vai envelhecendo também, junto com o corpo.

E conforme essa lente vai ficando velha, ela vai se tornando cada vez mais opaca, ou seja, ficando cada vez menos transparente. 

A perda de transparência dessa lente é o que chamamos de Catarata.

Então, a catarata não é bem uma doença propriamente dita. 

Na verdade, ela se enquadra melhor como o processo de envelhecimento do Cristalino, e quase sempre esse envelhecimento é normal.

Logo, basta que uma pessoa viva o suficiente para ter algum nível de Catarata. Trata-se de um quadro bastante comum.

Quem pode ter catarata?

Bom, você deve ter notado que eu disse que quase sempre é um envelhecimento normal.

Disse isso porque a catarata pode surgir em diferentes fases da vida:

  • Existem pessoas que podem ter Catarata mais jovens. 
  • Tem pessoas que vão ter em uma fase mais avançada da vida, quando estiverem mais idosos e; 
  • Também há pessoas que já nascem com catarata, o que chamamos de Catarata Congênita (esse é um quadro raro, mas que existe). 

Porém o mais comum é que a partir dos 55 ou 60 anos a catarata comece a aparecer e se desenvolver. 

Inclusive, segundo os dados da Organização Mundial da Saúde (a OMS), a Catarata é a principal causa de cegueira no mundo.

A grande maioria das pessoas vão precisar operar e fazer a cirurgia de correção da catarata. Por isso quero te contar tudo o que você precisa saber a respeito dela.

A cirurgia mais segura do mundo

A essa altura, você já deve ter imaginado que essa é a cirurgia mais feita no mundo inteiro.

Se pensou isso, acertou!

Então, como é a cirurgia mais feita do mundo, ela também se tornou uma das cirurgias mais seguras do mundo. 

Ao longo do tempo esse procedimento foi muito estudado, e já tem muito tempo que se faz esse procedimento cirúrgico.

Pra ser mais preciso, uma das maiores evoluções nessa cirurgia ocorreu por volta de 1700, quando ocorreu a primeira extração completa do Cristalino.

Mas o registro mais antigo de uma cirurgia de catarata é por volta do ano 1000 a.c., ou seja, é uma cirurgia que tem mais de 3000 anos!

Qual é a melhor e mais segura cirurgia de catarata?

Existem algumas formas de se fazer essa cirurgia.

A cirurgia feita a laser é o procedimento mais seguro, mais eficaz e mais moderno, porque com ele temos um nível maior de precisão em quase toda a cirurgia. 

Por isso, hoje em dia a operação feita a laser é a mais indicada.

Então você consegue fazer uma micro incisão na córnea e também faz a abertura do compartimento onde está guardado esse Cristalino, onde ele fica inserido no nosso olho, com uma precisão muito maior.

Além disso, você consegue quebrar esse cristalino com uma precisão melhor.

Tudo isso facilita a vida do cirurgião durante a cirurgia e a extração do Cristalino e também da implantação da lente intraocular. E também melhora a vida do paciente durante e após a operação.

Você tem uma melhor centralização, um nível de edema menor (que é o inchaço da córnea e das estruturas do olho no pós cirurgia). 

A operação é muito mais rápida e te proporciona uma qualidade visual, dependendo do tipo de lente que você implanta, muito superior se fizer a cirurgia à laser.

Então esse é um método que veio pra ficar. Trouxe mais segurança e mais eficiência pra cirurgia de catarata.

Cirurgia de catarata – como ela é feita?

A cirurgia consiste em retirar essa lente, o Cristalino, que está opaco por conta do envelhecimento, e substituir implantando uma lente intraocular transparente, nova.

Hoje em dia existem várias formas de se fazer a cirurgia de catarata, com muita segurança e níveis altíssimos de eficácia e eficiência.

E cada vez mais a tecnologia foi sendo utilizada na medicina. E com a oftalmologia não é diferente.

Por isso existem duas opções principais pra realização da cirurgia: manual ou a laser.

A Cirurgia de catarata se divide em algumas fases, ou etapas.

Hoje, o tipo mais realizado e o mais seguro, como você já viu, é feito via laser, e esse é o foco do texto.

Então continue lendo que vou te explicar cada uma das etapas da Cirurgia de Catarata a Laser.

PRIMEIRA ETAPA: INCISÃO NA CÓRNEA

Antes de iniciar a cirurgia, utilizamos um colírio anestésico no olho, para que não haja nenhum desconforto durante a operação.

Na primeira fase da cirurgia, usando um laser de precisão, o médico faz um pequeno corte na córnea (que é a lente natural que temos no olho) de no máximo 3 milímetros.

Feita a incisão na córnea, passamos para a segunda etapa.

SEGUNDA ETAPA: RETIRADA DO CRISTALINO OPACO

Nessa etapa, para facilitar a retirada do cristalino velho, utiliza-se um aparelho chamado facoemulsificador.

O cristalino é dividido em pedaços minúsculos com o uso do laser. Isso facilita na hora de tirar o cristalino opaco do olho.

Feito isso, esse cristalino é retirado do olho pela incisão feita na córnea com o facoemulsificador e vamos para a terceira e última etapa da cirurgia.

TERCEIRA ETAPA: IMPLANTAÇÃO DO CRISTALINO NOVO

Na terceira etapa e sempre utilizando aparelhos de precisão, inserimos a nova lente, no olho.

Ele é colocado pelo mesmo micro corte feito na primeira etapa, e posicionado no lugar do antigo.

Depois, a córnea é fechada e o paciente fica por alguns momentos sob observação, para garantir que não esteja nada fora do lugar.

E pronto, está feita a cirurgia. Viu só como é simples e rápido?

Tipos de lentes usadas hoje

Com o avanço e o emprego cada vez mais comum da tecnologia na produção dessa lente, existem diversos modelos e tipos de lentes intraoculares também.

Então, somando isso na cirurgia mais avançada, que é feita com o laser, as lentes mais modernas vão te trazer uma melhor recuperação, um melhor pós-operatório e também uma melhor visão após o procedimento cirúrgico.

E por que isso acontece?

Outra forma de melhorar o pós operatório da cirurgia de catarata é implantando lentes que, além de tratar a catarata, também podem corrigir o grau dos seus olhos, te deixando também livre dos óculos ou das lentes de contato.

Quando a cirurgia de catarata surgiu e começou a ser feita, o único objetivo era corrigir a catarata.

Mas com o tempo, mais e mais tecnologia começou a ser utilizada pra melhorar as lentes artificiais que substituem o Cristalino.

Assim começou a produção de lentes que vêm com diferentes níveis de grau, pra corrigir também a miopia, a hipermetropia e o astigmatismo.

Porém essa não é a única opção. Como eu disse, existem diversos tipos de lentes.

Podemos dizer que existem 4 tipos de lentes intraoculares que substituem o Cristalino velho.

Um dos tipos é a mais simples, que é usada pra corrigir apenas a catarata.

As outras opções são de lentes mais tecnológicas, pois esses tipos corrigem o seu grau ocular, te deixando livre dos óculos ou das lentes de contato.

E também existem as mais modernas do mercado, ou seja, as que começaram a ser comercializadas, após anos de teste, mais recentemente.

Esse tipo de lente, além de tratar a sua catarata – bem como as anteriores, também funciona como se fossem óculos, com tecnologia trifocal ou de foco estendido.

Elas te dão boa visão para distância longa, média e curta. Ou seja, te faz enxergar bem de perto e de longe.

Agora imagine uma operação realizada com o uso de laser, e que você opta por colocar uma lente que vai corrigir todos os problemas de grau que você possa ter…

Como você deve ter imaginado: sim, tudo isso melhora muito a sua fase de recuperação no pós operatório.

Porque além de corrigir a catarata, que é o intuito principal da cirurgia, você se recupera não só enxergando as coisas, mas enxergando muito bem!

Aqui vemos a tecnologia como uma grande aliada da saúde ocular.

Se você acha que está com catarata, ou conhece alguém que está, não se esqueça que a principal coisa a se fazer é procurar a ajuda de um médico especialista, beleza?

Você conseguiu acompanhar e aprender bem até aqui?

Então, como meu intuito aqui é trazer informação de qualidade e te tranquilizar nos assuntos de saúde, que tal um breve resumo?

Hoje te mostrei que a catarata é a principal “doença” responsável por cegueira;
Também te mostrei que a cirurgia de catarata é uma das mais antigas e que hoje é uma das mais seguras e realizadas no mundo inteiro;
Você viu que existem duas formas de fazer a cirurgia: procedimento manual e procedimento a laser;
Te mostrei que o procedimento a laser é o mais seguro e que possui a melhor recuperação pós cirúrgica;
E por fim, você aprendeu que existem diversos tipos de lentes intraoculares, curando não só a catarata, mas também corrigindo o grau ocular.

E aí, você que vai precisar fazer a cirurgia, ou acompanhar um ente, ou amigo querido na cirurgia ficou mais tranquilo?
Agende sua consulta de avaliação com um especialista logo aqui abaixo!

Se você gostou do texto de hoje, então, compartilhe nas suas redes sociais

Se inscreva também no meu canal do YouTube e me siga no Instagram, pra ficar sempre atualizado com dicas sobre saúde ocular.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Agende sua consulta aqui
Oftalmologista Asa Norte - Brasília - DF

Chegar no Consultório

É FÁCIL!

Veja no Mapa
Clínica Dr. Anderson Braz
SMHN Quadra 02 Ed. Cléo Octávio (por trás do HRAN, BL B Salas 909 e 910 - Asa Norte, Brasília - DF, 70710-146