Perto de Você – Asa Norte. Brasília-DF

CIRURGIA DE CORREÇÃO DE GRAU – QUANDO FAZER?

No artigo de hoje, você vai descobrir quando fazer a cirurgia refrativa e se livrar de vez dos óculos.

Vou te mostrar quais são as principais indicações e também as ocasiões que você poderá e as que não poderá fazer a cirurgia. Mas antes, quero que você me conheça um pouco melhor.

Eu me chamo Anderson Braz, sou médico oftalmologista e a cirurgia refrativa é uma das minhas especialidades.

Essas dúvidas de quando fazer a cirurgia são mais comuns e frequentes do que pode parecer.

As que eu mais ouço no consultório são as seguintes:

Quem pode fazer a cirurgia refrativa?
Quando pode fazer?
Eu preciso esperar alguma coisa?
Qual o melhor momento?

Eu vou solucionar todas essas dúvidas.. E se você quiser saber as respostas, basta ler o artigo até o fim.

A cirurgia refrativa tem dois pilares, ou seja, ela se apoia em duas coisas. E sem essas coisas, o sucesso da cirurgia não pode ser garantido.

Vamos lá ver quais são esses pilares?

Você também pode assistir o vídeo abaixo sobre esse tema:

1 – Estabilidade do grau ocular

Se você me acompanha e está sempre antenado nas novidades que eu gosto de trazer toda semana, você já deve saber que a cirurgia refrativa é feita para reduzir o grau.do olho.

Então, não adiantaria você fazer a cirurgia se o seu grau ainda estiver aumentando de forma progressiva, e com variações altas..

E não basta confiar só na sua visão, porque você não vai conseguir medir com precisão essa variação. 

Fazer o acompanhamento oftalmológico é a melhor saída, porque no consultório conseguimos chegar a um valor exato do seu grau ocular e do quanto ele está variando com o tempo.

É claro que se de um ano pro outro o seu grau aumentar ou diminuir um pouco, com variações pequenas, não existe nenhum problema que te impeça de fazer a cirurgia.

Mas se essa variação de um ano pro outro estiver no nível de 1 grau, então essa não é a hora ideal pra se fazer a cirurgia porque ela não será muito efetiva.

E se você tem o desejo de fazer a cirurgia, comece agora mesmo a fazer o acompanhamento com o seu oftalmologista de confiança.

O acompanhamento prévio com o médico facilita muito o processo, porque o especialista já terá um bom histórico do seu quadro ocular e, assim que o grau estabiliza, existe a possibilidade imediata de se fazer a cirurgia. 

Maravilha, né?

2 – Córnea Saudável

Uma córnea com as espessuras e curvaturas dentro dos padrões de normalidade é o que consideramos córnea saudável.

A córnea é a lente natural que temos nos nossos olhos. E esse pilar é importante porque uma parte da cirurgia refrativa é realizada na córnea.

Se sua córnea estiver com alterações fora do padrão, assim como o grau instável, não é possível garantir que a cirurgia surtirá o efeito esperado.

Então se sua córnea for muito fina, ou se a curvatura estiver fora do normal, o que pode ser causado por doenças como o Ceratocone.

E essas duas informações só são possíveis de obter em uma consulta com o oftalmologista.

QUANDO PODE FAZER A CIRURGIA?

Geralmente a cirurgia refrativa costuma ser realizada quando a pessoa está na faixa de idade dos 18 aos 21 anos, porque antes disso tanto o grau muda bastante quanto a sua córnea também ainda está se desenvolvendo e por isso não está pronta para a cirurgia.

Então, o recomendado é que o paciente aguarde até essa faixa de idade, por volta dos 21 anos, quando a córnea já está fixa e o grau muito provavelmente começa a variar menos de ano pra ano.

Por isso, se você tem menos de 18 anos e quer fazer a cirurgia refrativa, excelente!

A melhor coisa a fazer agora é procurar um médico oftalmologista e começar desde já o acompanhamento.

E o principal sinal que você deve se atentar pra saber se é a hora de fazer ou não a cirurgia é o seguinte: desejo.

Se você deseja se ver livre dos óculos, das lentes de contato e da visão embaçada, então você já tem a coisa mais importante de todas – o querer.

E como você também já deve saber, a cirurgia refrativa é acessível e muito eficaz, desde que seja feita com as condições que te mostrei acima.

Me diga aqui nos comentários se você tem alguma dúvida se deve ou não fazer a cirurgia.

Ah! Se inscreva também no meu canal do YouTube e me siga no Instagram, pra ficar sempre atualizado com dicas sobre saúde ocular.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Agende sua consulta aqui
Oftalmologista Asa Norte - Brasília - DF

Chegar no Consultório

É FÁCIL!

Veja no Mapa
Clínica Dr. Anderson Braz
SMHN Quadra 02 Ed. Cléo Octávio (por trás do HRAN, BL B Salas 909 e 910 - Asa Norte, Brasília - DF, 70710-146