Perto de Você – Asa Norte. Brasília-DF

OLHOS QUEIMADOS POR UM ECLIPSE SOLAR. O CASO REAL DE UM PACIENTE

Esses dias peguei um caso aqui no consultório de um paciente com queimadura no olho, de uma baixa de visão, causada por eclipse solar.

Ocorreu um eclipse solar recentemente e resolvi separar esse caso como tema para nosso artigo de hoje.

Quero comentar um pouquinho com você sobre esse caso, para te explicar melhor o que acontece.

Mas antes, deixa eu me apresentar:

Eu sou o Dr. Anderson Braz, sou oftalmologista e criei esse blog para trazer informações que vão te ajudar a cuidar cada vez melhor dos seus olhos e da sua visão, e o melhor: tudo isso de forma gratuita.

Você também pode assistir esse vídeo sobre o assunto:

O SOL TAMBÉM PODE QUEIMAR SEUS OLHOS!

Recentemente ocorreu um eclipse solar e muitas pessoas ficaram curiosas para ver a imagem que esse fenômeno, da lua sobrepondo o sol, forma.

Não foram poucos os especialistas em oftalmologia que alertaram sobre os cuidados que a gente tem que ter, para não olhar diretamente para o sol.

Basicamente são os mesmos cuidados que a gente tem que ter com a pele.

Quando a gente vai se expor ao sol a gente passa protetor solar, não é mesmo?

Com os olhos não é diferente.

Então se a gente for olhar diretamente para o sol, a gente precisa se proteger, pois os raios solares queimam o olho também, trazendo problemas à nossa visão.

Se você for dar uma olhadinha rápida, apenas alguns segundos, a chance de ter problemas graves é baixa.

Agora, quando você quer ver um eclipse, prestar atenção e ver a imagem se formando, e depois se desfazendo, pode ter certeza de que você vai passar um bom tempo olhando para o sol.

Aí não tem jeito, você vai precisar se proteger, porque é muito tempo de exposição dos seus olhos à luz solar.

Então a gente teve vários vídeos, várias pessoas explicando que tem que se proteger, que precisava ter cuidado e uma proteção especial.

Mas mesmo assim, não são poucos os casos de pessoas que têm acometimento na visão e às vezes até perdas irreversíveis de visão.

Se você olhar muito tempo para o sol sem proteção, as queimaduras no olho serão inevitáveis e elas podem afetar diferentes partes do olho.

Há 3 níveis de queimaduras que podem prejudicar a sua visão. E eu te digo em detalhe quais são eles abaixo:

1 - QUEIMADURA SUPERFICIAL

Podem ser queimaduras na parte mais superficial do olho, que geralmente são queimaduras na córnea, a lente natural que a gente tem nos nossos olhos.

Ela é a primeira lente do olho, a que fica sempre em contato com a pálpebra, e é a lente que as lágrimas lubrificam.

A córnea tem epitélio, que é uma pele.

Então a primeira camada de proteção do nosso olho é a córnea, com seu epitélio.

Por se tratar de uma pele, o epitélio geralmente se regenera.

Até pode ocorrer alguma perda de visão, mas nesses casos essa perda de visão é temporária e reversível.

Usando colírios, medicações, fazendo alguns tratamentos, a visão é logo recuperada.

Em alguns casos pode ter ali uma pequena cicatriz, que dependendo do caso pode ser corrigido com cirurgia.

Mas existem quadros mais graves.

2 - QUEIMADURA INTERMEDIÁRIA

Lembre-se que a luz solar pode penetrar ao longo de outras camadas, podendo chegar até o fundo do seu olho.

E até chegar no fundo, os raios solares passam por diversos tecidos.

Pode prejudicar o cristalino do olho, causando uma catarata precoce por exposição solar.

E pacientes que têm exposição constante à luz solar também podem desenvolver essa catarata um pouco mais cedo.

A catarata nada mais é do que a opacificação de outra lente que nós temos no olho, o Cristalino de que eu te falei acima.

O Cristalino, como o nome sugere, é uma lente que precisa ser muito transparente.

As principais causas que levam essa lente a começar a ficar opaca são: o envelhecimento do corpo, alguma medicação, um trauma ou exposição constante ao sol.

Se você tem uma lente que é para ser transparente e agora ela está opaca, você não consegue deixar a luz entrar no olho com toda a intensidade, acarretando o embaçamento da sua visão.

A maior parte dos casos de catarata também são reversíveis.

A correção é feita com uma cirurgia de catarata, onde você substituirá seu Cristalino natural por uma lente artificial.

3 - QUEIMADURA PROFUNDA

E pode ocorrer o mais grave dos casos, que é justamente o que chegou aqui no consultório.

Vou deixar uma imagem aqui no artigo para que você possa ver a lesão que essa pessoa teve.

O caso dela foi de uma maculopatia solar, que nada mais é do que uma queimadura, só que essa é uma queimadura na região da Mácula, que é uma área da nossa retina.

A retina é como se fosse o filme de uma máquina fotográfica.

Podemos comparar os olhos com uma máquina fotográfica. Ela capta a luz com as lentes, até que essa luz chegue no filme, imprimindo uma imagem no filme.

E o funcionamento da retina é exatamente igual ao de uma máquina. A retina é o fundo do olho, o lugar onde seu olho recebe as informações da luz que está entrando, e a partir dali ele transmite essas informações para o cérebro, o que nos faz identificar as imagens e efetivamente enxergar.

MACULOPATIA SOLAR

Nos casos de Maculopatia Solar, que é uma queimadura por exposição ao sol, você acaba alterando a estrutura da retina, ou da mácula, que é por onde a gente enxerga bem.

E esse é um quadro mais grave porque a retina é um nervo.

O corpo não regenera nervos, não sendo possível que o corpo crie um novo nervo.

Então nós nascemos ali com a retina, desde a embriogênese, ou seja, desde a nossa formação na barriga da nossa mãe e com esses nervos que vão se desenvolvendo, nós levamos a vida inteira.

Para tentar achar um comparativo, podemos dizer que uma lesão na retina é como uma lesão em uma medula.

Então você deve saber de casos de pessoas que sofrem algum acidente que atinge ali a medula, que também é um nervo, essas pessoas acabam perdendo os movimentos dos membros.

Geralmente essa perda de movimentos é definitiva.

Outro exemplo é o AVC, que pode causar uma perda de neurônios, e esses casos também representam uma perda irreversível.

Na mácula da retina, que também é um nervo, não poderia ser diferente.

O CASO DE HOJE:

Então eu recebi no consultório um quadro clínico de uma pessoa, de 22 anos, veja só, bem jovem.

Esse paciente não tinha grau nos olhos, não precisava usar óculos e nem lentes de contato e sempre enxergou muito bem.

Acontece que essa pessoa passou cerca de uma hora admirando e contemplando o eclipse, porém sem nenhum tipo de proteção nos olhos.

A principal queixa dessa pessoa foi a de que surgiram manchas na visão. Em algumas regiões da visão dessa pessoa, ela não conseguia enxergar bem.

Recebi esse paciente para fazer exames aqui no consultório, coloquei algumas letras para essa pessoa ler, e algumas, essa pessoa conseguia ler e outras ela saltava, dizendo que não havia letra alguma ali, veja só!

E para enxergar a letra, esse paciente acabava tendo que mexer um pouco o olho ou o rosto.

Essa pessoa ficou com manchas no olho, uma sequela das queimaduras pelo eclipse.

Quando fiz esse exame que te mostrei na imagem, você consegue perceber facilmente que há uma mancha no olho da pessoa.

Essa mancha é a região do olho que queimou com os raios solares.

De um lado, você vê uma retina normal, sem nenhum tipo de lesão e no outro lado a retina com queimaduras.

Infelizmente esse é um quadro irreversível porque a queimadura atingiu o nervo óptico desse paciente.

O resultado disso é que essa pessoa vai passar o resto da sua vida com essa sequela. Esses danos são definitivos.

OU SEJA, VAMOS NOS CUIDAR!

Então é importantíssimo que você siga sempre as recomendações e todas as orientações de profissionais oftalmologistas qualificados.

Além disso, busque cuidar sempre bem dos seus olhos.

Todas às vezes que você vir uma dica ou informações como essas que eu tenho buscado te passar por aqui, leia ou escute com atenção e busque seguir essas orientações.

Do contrário você pode se prejudicar bastante, e às vezes até de uma forma mais definitiva.

Beleza? 😀

Se esse texto foi útil para você de alguma forma, compartilhe com todo mundo da sua rede de contato e fique sempre de olho aqui no blog para não perder as dicas.

Até semana que vem.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Agende sua consulta aqui
Oftalmologista Asa Norte - Brasília - DF

Chegar no Consultório

É FÁCIL!

Veja no Mapa
Clínica Dr. Anderson Braz
SMHN Quadra 02 Ed. Cléo Octávio (por trás do HRAN, BL B Salas 909 e 910 - Asa Norte, Brasília - DF, 70710-146