Perto de Você – Asa Norte. Brasília-DF

Qual o limite de grau máximo e Mínimo para refrativa a laser?

Você já se perguntou se existe um grau mínimo ou um grau máximo para o procedimento a laser chamado refrativa?

Esse é o procedimento a laser que corrige o seu grau e hoje eu vou te revelar alguns mitos que existem sobre a refrativa.

Mas antes, se você que chegou aqui agora:

Eu me chamo Anderson Braz, sou médico oftalmologista e criei esse blog justamente pra te entregar conteúdo gratuito e de qualidade, te ajudando a cuidar cada vez melhor dos seus olhos.

E aí, pronto pra desmistificar a refrativa comigo no nosso papo de hoje?

Então vamos lá!

Você pode assistir o vídeo abaixo sobre esse tema:

MITO Nº 1

Essa pergunta é muito frequente no meu consultório:

“Dr., existe grau mínimo pra fazer esse procedimento a laser? E grau máximo?”

A resposta é não! Não existe um grau máximo e Mínimo para refrativa a laser.

O que existe, na verdade, são limites de espessura de córnea, a lente natural que temos em nossos olhos, onde o procedimento a laser é realizado.

Algumas pessoas não são indicadas para realizar o método da refrativa por causa da espessura e da curvatura da córnea.

Então não há um limite quanto ao grau que a pessoa tem.

Quem tem 0,5 graus, 1,5 ou 10 graus, a princípio pode fazer esse tipo de procedimento a laser normalmente.

O único empecilho é se a pessoa realmente, na sua córnea, na sua lente natural, tiver algum problema ou alguma contraindicação para não fazer.

Ah, e é importante dizer que a refrativa sempre será realizada após uma avaliação prévia no consultório.

Existem pacientes com 0,5, com 0,75 e com 1 ou 3 graus, por exemplo, que fazem o procedimento e se livram de vez do grau e dos óculos e lentes de contato.

LEMBRE-SE

A coisa mais importante para que você pense em fazer esse procedimento é o seu desconforto.

Então, independente do grau que você tenha, se o fato de ter que usar óculos ou lentes de contato são um incômodo a mais e você não gosta dessas opções mas quer enxergar bem, você já tem o principal motivo para fazer a refrativa.

E se o seu olho não apresentar nenhuma contraindicação ao procedimento a laser, a gente consegue corrigir definitivamente esse grau, entregando uma boa visão para longe e para perto sem que você precise mais dos óculos ou das lentes de contato.

“Mas dr., já me disseram que existe sim um grau máximo”

Isso não é verdade.

Não existe um grau máximo. O que existem são limitações na córnea de cada paciente. E não custa lembrar que cada caso é único.
Se um familiar ou parente fez e não foi possível corrigir todo o grau dessa pessoa, isso ocorreu por conta de alguma limitação que o olho dela apresentou e não significa que isso vai acontecer com você.

Quero te mostrar isso com 2 exemplos:

Vamos imaginar que uma pessoa tenha 15 graus em um olho e a córnea dessa pessoa seja muito fina ou tenha uma curvatura de córnea fora do comum.

A quantidade exigida de alteração na córnea desse paciente com o laser é muito grande e o que ocorre é que, nesse exemplo, não conseguiremos chegar na correção completa desses 15 graus.

Tudo vai depender da avaliação que o oftalmologista fará no consultório. Ou seja, o grau elevado não é um impedimento em si.

Mesmo uma pessoa que tenha um grau alto como o do nosso exemplo 1 pode se beneficiar muito desse método a laser.

O mais importante é que você saiba que os requisitos para a refrativa estão intimamente ligados à córnea da pessoa, e não ao grau.

O que isso quer dizer?

Vamos ao próximo exemplo:

Imagine que alguém com 12 graus nos olhos esteja com a córnea apta para fazer a refrativa a laser.

Mas pelas condições específicas da córnea dessa pessoa não é possível corrigir todo o grau que o olho apresenta, mas é possível corrigir 10 graus.

Então essa pessoa não vai precisar usar óculos com uma lente muito larga ou lentes de contato muito grossas e desconfortáveis, que por sinal são bem caras.

Se considerarmos a necessidade de troca das lentes ou de fazer novos óculos então…

Tudo o que ela precisará fazer após a refrativa a laser é usar óculos, ou lentes, para corrigir os dois graus que a córnea dela não possibilitou corrigir com a refrativa, o que facilita muito as coisas.

E eu garanto que em algumas ocasiões, essa mesma pessoa do exemplo não vai precisar nem usar lentes de contato ou óculos e também não precisaria usar o tempo inteiro.

Ela já enxergaria muito melhor após fazer o procedimento do que enxergava antes.

Por isso não existe um limite de grau, nem mínimo e nem máximo, para fazer a refrativa a laser.

As únicas duas coisas que podem impedir que a pessoa realize o procedimento da refrativa são a curvatura e a espessura da córnea dela.

MITO Nº 2

Esse é outro mito que anda circulando bastante por aí e que precisamos desmistificar de uma vez por todas.

Muita gente diz que quando o grau é pequeno o procedimento a laser não corrige.

A verdade é que a maioria dos planos de saúde só dão cobertura para fazer a refrativa a partir de 5 graus.

E isso é um prato cheio para que algumas pessoas acabem se enganando, dizendo que se o grau for menor do que 5, não pode operar.

Mas hoje em dia esse procedimento se tornou muito comum e é tão simples, acessível, rápido e seguro que a depender do caso você nem precisa de um plano de saúde para realizar.

PENSE NISSO

Basta colocar na balança: ficar preso até o fim da vida aos óculos e lentes de contato ou optar pela refrativa e se livrar dos óculos e das lentes de contato?

Veja que é a sua independência que está em jogo!

Óculos e lentes de contato são objetos que podem se perder com facilidade, ou até mesmo se deteriorar, necessitando de trocas regulares.

Já a refrativa a laser você faz diretamente no olho e, na maioria dos casos, uma vez feita, você está definitivamente livre das lentes ou dos óculos.

A eficácia é maior, também é super rápido, durando apenas 20 minutos e te deixa livre de incômodos permanentes.

E o mais importante: o procedimento é indolor.

Então você não precisa ficar dependendo de convênio para realizar!

E aí, ficou empolgado para conhecer mais sobre a refrativa e se livrar de vez dos óculos e das lentes de contato?

Você pode ler mais sobre a refrativa em outros textos aqui no blog e também agendar uma consulta.

Compartilhe esse texto com seus amigos que usam óculos e ajude-os a melhorar de vida também!

Te espero na próxima semana.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Agende sua consulta aqui
Oftalmologista Asa Norte - Brasília - DF

Chegar no Consultório

É FÁCIL!

Veja no Mapa
Clínica Dr. Anderson Braz
SMHN Quadra 02 Ed. Cléo Octávio (por trás do HRAN, BL B Salas 909 e 910 - Asa Norte, Brasília - DF, 70710-146